Na obra de Christo, “a interação com espaço urbano”

0
301
O trabalho de Christo desperta uma reação de encantamento no público. Não por seu significado conceitual ou por sua técnica pictórica, mas por convocar nossos olhos a observar de forma alternativa espaços urbanos cotidianos.  Seus projetos entram na categoria de site-specific, um termo da teoria da arte contemporânea que se refere a instalações pensadas para serem construídas em um local específico.
A efemeridade do trabalho é uma característica presente em todas as montagens. São construídos e desmontados em curtos períodos, o que cria uma certa aura de espetacularização no momento de lançamento a uma parcela do público, como em The Gates (2005), ao mesmo tempo que surpreende os passantes desprevenidos. Segundo Christo, em uma entrevista para o programa estadunidense 60 Minutes, seus trabalhos são “once in a lifetime projects” (projetos que acontecem apenas uma vez na vida, em tradução livre). (…)
Todos os projetos contavam com uma alta complexidade logística e grande período de planejamento estratégico. A única e, possivelmente, a mais difícil etapa para a realização das estruturas era a autorização das instituições públicas na esfera municipal ou federal. Muito tempo e energia foram gastos pelos artistas para enfrentar toda a burocracia que envolvia o aval político.
O trabalho desses artistas desafia as noções tradicionais de arte. Não são criações passíveis de exposição em galerias ou museus, mas tem como potência principal a externalização da arte e sua conexão com a vida cotidiana. Mostra que a arte tem o poder de nos conquistar e reavivar sensações que a rotina nos assalta. ( trechos texto :Victoria Louise -Artsoul)

Obras de Artes, é na TOPPO ARTES.

Maiores Informações: (43) 99136-9777

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here