Flip 2019 edição quer promover debates políticos . Mulheres são maioria entre convidados

0
276

 

A 17ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) reunirá 41 autores, músicos, atores e artistas entre 10 e 14 de julho em Paraty. Pela primeira vez, a festa literária terá mesas mais curtinhas, de 45 minutos, intercalando com as tradicionais de 1h15. Também terá uma competição de poesia falada com poetas internacionais, o Flip Slam.

Seguindo a tendência iniciada em 2016 de incluir mais convidadas na programação, a Flip deste ano tem maioria de mulheres: são 22, ou 53,6%. Ela também é, sobretudo, brasileira: São 22 convidados nacionais, 12 de países de língua não inglesa e 7 de países inglesa.

Com homenagem a Euclides da Cunha, a edição quer promover debates que o escritor levantou ao longo de seu trabalho e o tom político será forte durante os cinco dias de debates e apresentações.

Como acontece em todas as edições, o homenageado permeia diversos momentos da programação da Flip. Então, haverá, sim, muitas discussões sobre o Euclides da Cunha, e não só sobre o aspecto literário.

Quarta-feira, 10 de julho de 2019

  • 19h – Mesa 1: Canudos – Walnice Nogueira Galvão

Quinta-feira, 11 de julho de 2019

  • 10h30 – Mesa 2: Bendegó – Aparecida Vilaça
  • 12h – Mesa 3: Uauá – Adriana Calcanhotto, Guilherme Wisnik e Nuno Grande
  • 15h30 – Mesa 4: Sincorá – José Miguel Wisnik
  • 17h – Mesa 5: Bom Conselho – Kristen Roupenian e Sheila Heti
  • 19h – Mesa 6: Serra Grande – Maureen Bisilliat
  • 20h30 – Mesa 7: Quirinquinquá – Gaël Faye e Kalaf Epalanga

Sexta-feira, 12 de julho de 2019

  • 10h – Mesa 8 (Zé Kleber): Cumbe – Marcela Cananéa e Marcelo D’Salete
  • 12h – Mesa 9: Angico – Ayelet Gundar-Goshen e Ayobami Adebayo
  • 15h30 – Mesa 10: Tróia de Taipa – José Murilo de Carvalho
  • 17h – Mesa 11: Jeremoabo – Karina Sainz Borgo e Miguel Del Castillo
  • 19h – Mesa 12: Mata da Corda – Grada Kilomba
  • 20h30 – Mesa 13: Vaza-Barris (O Irapiranga dos Tapuias) – Ailton Krenak e José Celso Martinez Corrêa

Sábado, 13 de julho de 2019

  • 10h30 – Mesa 14: Cansanção – Marilene Felinto
  • 12h – Mesa 15: Monte Santo – Ismail Xavier e Miguel Gomes
  • 15h30 – Mesa 16: Poço de Cima – Grace Passô
  • 17h – Mesa 17: Vila Nova da Rainha – Carmen Maria Machado e Jarid Arraes
  • 19h – Mesa 18: Massacará – Sidarta Ribeiro
  • 20h30 – Mesa 19: Cocorobó – Cristina Serra e David Wallace-Wells

Fonte ; Portal G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here