Romero Britto até dispensaria apresentações, mas não custa reforçar que ele é um dos artistas mais conhecidos da sua geração. Ganhou o mundo e expressa sua alegria de viver através do colorido de suas telas. Da infância humilde ao reconhecimento internacional Romero Britto é, apesar do clichê, ”de Pernambuco falando para o mundo”.
De onde vêm tantas cores na sua arte? Cor é vida? Elas te inspiram? As cores por si próprias trazem muita alegria. O amarelo, a minha cor favorita é o máximo de vida!! O vermelho super poderoso! A minha inspiração vem de todo um universo que me cerca todos os dias, é natureza, gente, emoções e o sonho também.
A que você atribui o sucesso de sua arte? A alegria, a mensagem direta, o positivismo, tudo que vivemos à procura todo o tempo.
Você acha que é possível não ter o dom para um tipo de arte, mas atingir a qualidade de quem tem através de muito trabalho, estudo e esforço? Ou para você a pessoa ou nasce com o dom ou nunca chegará a ter? Acho importantíssimo ter um dom e também a paixão. Quanto ao sucesso acho muito importante saber se esta paixão e dom seriam compartilhados para muitos ou poucos.
O que você leva de suas origens pernambucanas para sua arte? O colorido das casas do Recife e Olinda, do Maracatu e do lindo carnaval do Rio!!!
Sua arte está por toda parte e seu estilo chega a ser copiado e reproduzido em várias coisas, de roupas a garrafas de bebida. Como se sente em relação a isso? Criar uma arte que se torna um movimento interessante, mas ao mesmo tempo triste porque tanta gente que poderia criar sua própria identidade se anula para me seguir.
O “poder” do reconhecimento e o sucesso de ser um artista respeitado mundialmente te dá mais responsabilidades e deveres? Em que esse “poder” te toca? Esse “poder de influência” não me toca, estou tão envolvido com a minha arte que não dá tempo para pensar nisto.
Muitos artistas e celebridades admiram e têm suas obras em casa, isso te orgulha? Fico muitíssimo orgulhoso em ter minha arte nas mãos de tanta gente no mundo das celebridades, isto para mim é um grande motivo de alegria e inspiração!
O que ficou dessa infância humilde? Teve algo que influenciou ou ajudou na sua formação como homem e artista? Tudo o que passei me influenciou muito. Toda a dificuldade me fez sonhar mais e mais. E a fonte dos sonhos sempre foi a leitura e a inspiração dos vitoriosos .Texto com trechos da reportagem da  Revista Mensch

FiQUE POR DENTRO DAS PROMOÇÕES DA TOPPO ARTES

Maiores Informações :  (43) 99136-9777

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here